sábado, 13 de dezembro de 2008

Seguindo

É confuso, eu sei.
Por que querer entender?
Só me resta imaginar
Uma vida bipolar,

Em que eu seja mais de uma,
Em que eu possa voar.
Sendo assim mais de uma,
Quem sabe não possa sonhar?

Que eu posso fazer mais,
Que eu posso até ir mais além.
Que eu sigo minha razão,

Sem me importar com ninguém...
Mas o mundo é diferente, basta só se observar:
Que a vida segue em frente, não dá tempo de parar.

2 Comentários *=):

Elilson disse...

Uma vida bipolar que não dá tempo de parar...
Nossa! Parece que você vem complementar ou dá sentindo real em algo que estava a pensar e não conseguia soltar em letras puras.
São as constantes interrogações de quem vive em meio a tanta hipocrisia, mas que anseia por justiça e liberdade.
Seu texto brilha como borboleta no quintal, então só peço que continueis!

Mirella disse...

devemos enxergar maise ir além do limite.....te amo ta perfeito

Postar um comentário